Nar-Anon

Os primórdios dos Grupos Familiares Nar-Anon são tão antigos quanto os dos Narcóticos Anônimos. Mulheres, filhos, amigos e parentes de adictos em recuperação compreenderam que também eles precisavam de ajuda para resolver seus problemas pessoais. Decidiram engajar-se num programa de Grupo Familiar. A primeira reunião do Nar-Anon ocorreu na cidade de Studio, Califórnia, na mesma hora e local da única reunião de NA. Iniciou-se com membros do Al-Anon e eventuais mulheres de membros do NA.

Este Grupo foi aberto por Alma.,B mais tarde transferiu-se para Los Angeles e depois para Hollywood. Esses Grupos não foram bem sucedidos. Em 1968, dois membros fundaram o Grupo da Península de Palos Verdes – Louise e Margaret – os quais entenderam que este Grupo deveria crescer e garantir a continuidade do Nar-Anon. Com a ajuda de um outro membro, Agnes, elas viajaram muitos quilômetros promovendo reuniões e levando a mensagem, cuja simplicidade deveria estar assegurada por uma satisfatória ordenação. Solicitou-se aos Grupos que enviassem contribuições para cobrir as despesas com a instalação e a manutenção do Centro de Informação. Este Centro de Informação funcionava na casa de um dos membros.

Em 1971 contratou-se um advogado para legalizar o Núcleo de Informação. Todos foram unânimes em que o Grupo fosse batizado “Nar-Anon Family Group Headquarters, Inc.” De todos os Estados americanos começaram a chegar pedidos de informação. Em 1982, veio a autonomia que garantiu a transferência para um escritório, tendo em vista a real necessidade de um Serviço Mundial que atendesse a todos os pedidos de informação provenientes dos Estados Unidos e de outros países.

Nar-Anon no Brasil

A história dos Grupos Familiares Nar-Anon no Brasil não foi muito diferente. A profunda dificuldade de conviver com um familiar ou amigo em processo de dependência química levou as pessoas a constatar a necessidade de um espaço onde pudessem compartilhar suas experiências, forças e esperanças. Em 26 de setembro de 1979, algumas pessoas se reuniram na cidade de São Paulo, a fim de promover a primeira reunião do Grupo Primavera (atualmente designado Grupo São Judas). Alguns anos depois foi criado o Grupo Regata, na cidade do Rio de Janeiro, depois o Grupo Semeadura, na cidade de Porto Alegre, aos quais se seguiram muitos outros Grupos em diversas cidades do Brasil. No início do ano 2000, os Grupos Familiares Nar-Anon do Brasil, cujo escritório nacional esta localizado na cidade do Rio de Janeiro, contava com mais de 250 Grupos em 21 estados do Brasil.