Os Doze Conceitos

OS DOZE CONCEITOS PARA O SERVIÇO NAR-ANON

1) Para atender ao propósito primordial de nossa irmandade, os Grupos Nar-Anon se reuniram para criar uma estrutura que desenvolve, coordena e mantém serviços em nome do Nar-Anon como um todo.

2) A responsabilidade final e a autoridade pelos serviços Nar-Anon cabem aos Grupos Nar-Anon.

3) Os Grupos Nar-Anon delegam à estrutura de serviços a autoridade necessária para atender às responsabilidades a ela designadas.

4) A liderança eficaz é altamente valorizada no Nar-Anon. As qualidades de liderança devem ser cuidadosamente consideradas quando da seleção de servidores de confiança.

5) Para cada responsabilidade atribuída à estrutura de serviço, deve ser claramente definido em único ponto de decisão, acompanhamento e prestação de contas.

6) A consciência de grupo é o meio espiritual através do qual nós convidamos um Poder Superior amoroso a influenciar as nossas decisões.

7) Todos os membros de uma junta de serviço assumem inteira responsabilidade pelas decisões daquela junta e devem poder participar integralmente dos seus processos de tomada de decisão.

8) Comunicação contínua e nos dois sentidos é essencial para atender a todos esses Conceitos, bem como a integridade e eficácia de nossos serviços.

9) Todos os membros de nossa estrutura de serviço têm a responsabilidade de considerar cuidadosamente todos os pontos de vista nos seus processos de tomada de decisão.

10) Qualquer membro de uma junta de serviço pode apelar ou fazer petições a essa junta para retificar um agravo pessoal, sem receio de represália.

11) Os fundos do nar-Anon são usados para atender ao nosso propósito primordial de levar a mensagem e devem ser administrados com responsabilidade.

12) De forma a atender à natureza espiritual do Nar-Anon, nossa estrutura deve ser sempre de serviço, nunca de governo.