Somos uma Irmandade de Doze Passos

O nome Nar-Anon vem de Narcóticos Anônimos. Foi criado para ajudar pais, familiares e amigos do usuário de drogas. A dependência química é uma doença da família. O uso compulsivo de drogas de um familiar ou amigo, afeta todos à sua volta: pai, mãe, filhos, cônjuges, colegas e amigos.

O parente ou a pessoa que se sentir responsável pelo dependente, em geral, precisa de mais assistência e orientação do que o próprio usuário. As drogas afetam todas as pessoas, independente da cor, raça, religião e classe social. Todos são bem vindos.     

As pessoas mais próximas do dependente são as mais atingidas, pois querem salvá-lo de sua ação destrutiva, de várias formas: tentando controlar, mentindo por ele, pagando suas dívidas ou fazendo chantagem.

Ficamos tão contaminados pelo comportamento do dependente químico, que às vezes nem percebemos o quanto estamos afetados emocionalmente. O comportamento dele se torna nossa obsessão e com isso ficamos sem energia para cuidar de nossa própria vida.

 

Não oferecemos soluções mágicas, mas sim nossas experiências, força e esperança.

Estamos tão machucados e cansados de críticas que tememos nos abrir para outras pessoas que nem conhecemos. Não queremos mais ser julgados.


No Nar-Anon é diferente.

Quando alguém chega a uma reunião, é recebido por pessoas cujas vidas tiveram uma reviravolta semelhante. São pessoas que sofrem com a dependência química de um familiar ou amigo.

Não somos terapeutas, nem profissionais e sim parentes e amigos de dependentes químicos unidos para nos ajudarmos mutuamente. Somos financeiramente independentes, mantendo-nos por contribuições anônimas e voluntárias de seus membros. Se você convive com o problema da dependência química, nós o convidamos a assistir uma de nossas reuniões

Seja qual for o seu problema, muitos de nós já o tiveram e descobriram nas reuniões uma forma de substituir o desespero pela esperança.

Deixe seu comentário

Enviar comentário como convidado

0
terms and condition.

Comentários

  • No comments found